quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Just love...

Os seres humanos definitivamente tem manias muitas vezes difíceis de se entender...
Mania de fofocar...
De bisbilhotar...
De fazer o que não se deve...
Entre outras tantas...
Pq não cultivamos a simples vontade de se fazer o bem?
Ajudar os outros?
Sermos bons?
Olharmos com carinho quem está ao nosso lado?
Pq simplesmente não amamos?!?!?!
Ah! O amor!!!
Simplesmente amar e nada mais!!!
O júbilo dos poetas,
Dos amantes o desejo ardente...
Dos irmãos o fraterno...
Dos pais, o infantil de um filho até a sua velhice...
Dos amigos, os amigos se não foram, um dia serão amantes de pessoas q nem sempre gostaremos, mas por serem amores de nossos amigos, fingiremos gostar... as vezes fingiremos até amar tb!!! Hehehe...
O amor nos deixa sem noção,
Nos prega peças...
Nos deixa assim, meio atordoados...
Bobos,
Fúteis,
Queridos...
APAIXONADOS...
AMADOS!!!
Ah! Que o Grande Pae me permita amar a todos ao meu redor!!!
Pq quem me conhece sabe muito bem que EU SOU AMOR!!!
DEFINITIVAMENTE EU AMO!
SIMPLESMENTE AMO!
AMO AMAR!
E sendo bem sincero, não sei não amar...

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Crer...

‎"Estranhamente, no dia em que mais estou presente ao seu lado,
mais te encho de beijos,
mais de tenho comigo...
Te vais...
Realmente tinhas razão quando me contou quase em surdina que devemos e podemos esperar tudo dos seres humanos...
E eu?
Ria, não acreditava nisto...
Pena, eu não acreditava nisto!!!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

A vida secreta das abelhas...

Um antigo texto que escrevi quando ainda era um pré adolescente, dizia:
“-Está na hora de sair, olhar-se no espelho e procurar o seu verdadeiro eu...”
Acho que nestes últimos meses isto faz tanto sentido...
Estava assistindo um filme e mais uma daquelas cenas q só fazem sentido para você aconteceu...
Neste exato momento percebi que nada é para sempre, dura para sempre e que definitivamente existe um pq das coisas acontecerem...
Não penso mais em sair, fugir ou como sempre falei... VOAR...
Vejo que antes de sair por ai, ir embora...
Tenho muito que fazer...
Muito pelo que lutar...
Muito a desejar!!!
Não sou de ódios, sou de amor!
Sorry, mas sei amar,
Amar sem medos,
Sem amarras,
Sem tabus...
Amar, pq amar me faz bem!!!
Não entendo o pq das pessoas quererem outra coisa,
Não entendo o pq de não amarem
E o pq de quererem que outras pessoas não amem,
O pq de não deixarem outras pessoas as amarem?
Definitivamente eu amo
E isto é o que faço de melhor!!!

Coreo...

Feliz por ter apresentado a minha primeira coreografia como coreógrafo e dançarino!!! Feliz por ter jantando com uma pessoa muito especial!!!
Feliz, por ter saído e dançado muito mesmo sozinho em um lugar aonde não conhecia ninguém!!!
Feliz, por entender que nem tudo é para sempre, mas que podemos aproveitar enquanto temos este pouco de tudo!!!
11/09/2010

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Cores...

Nas cores da minha imaginação,
Penso em você,
Penso em nós,
Penso no mundo que ainda não vivemos...
No mundo que ainda teremos
E em tudo que podemos desejar...
Como gostar de alguém que ainda não se viu ao vivo?
Que não nos tocou...
Que não foi tocado por nos?
Como querer alguém que ainda não te beijou?
Como desejar alguém que ainda não te olhou nos olhos?
Como ter tesão por alguém que ainda não se conhece o cheiro?
Só sei que amo o sorriso,
Que adoro a voz, me perco na mesma...
Perco-me em pensamentos,
Em emoções...
Definitivamente tenho saudades do que ainda não vivi contigo!

A inquietude de um dia... (ou Esperando para ver Misha...)

Estranhamente não estava ansioso...
Ao saber que iria assistir algo que marcaria minha vida.
Já havia escolhido o sapato... hehehe, de resto nada sabia.
Acordei, tentei ser rápido, me atrapalhei com as horas, costume que adquiri e agora tento desaprender... saí para almoço, meus olhos verdes me esperavam para o mesmo.
Atrasei-me, me puni por isto, tentei achar que o dia seria normal, não foi normal, não foi igual, não foi meu dia, pois o dia era “dele”.
Café, trabalho, coisas boas, coisas nem tão boas, aulas para ministrar e quando do nada, me deparo nu em um banheiro...
Nu de mim,
De nós,
De tudo!
Arrumo-me agora com um frio na barriga,
O tal sapato, sem meias... hehehe (as pessoas olham minhas canelas brancas e se perguntam: Aonde estarão as meias?)
Cueca, calça, cinto, perfume, camisa, contra-egun, brincos e mais perfume...
Meus alunos se espantam, ri por dentro neste momento!
My hazel eyes, estão indo ao encontro dos meus olhos verdes...
Agora a ansiedade inicia em meu corpo.
Meus olhos verdes se denunciam ao me olhar e neste momento sinto o que vamos fazer...
Cada instante dentro do carro parece uma eternidade,
O que seria minutos, parecem intermináveis horas...
Mas, finalmente chegamos...
Chegamos inteiros, quase sóbrios... hehehe...
Teatro lotado, espumantes para todos os lados
Famosos,
Não famosos,
Sociáveis, anti-sociáveis, enfim, a fauna e a flora reunida em mil e oitocentos lugares de teórico entretenimento!
Entramos, sentamos, esperamos como todos...
Na boa, não sou todos, não somos todos, somos nós!!!!
A cortina se abre, meu coração por alguns instantes para, my Green eyes sente o mesmo...
Choramos na primeira parte, na segunda, na terceira e na quarta ela chora só, fiquei imune pela minha hiperatividade... (droga de DDA!!!)
Sentimos, emoções diversas, que nos soterravam como avalanche, como fogo, de humores e definitivamente de amores!!!!
STUNNING!!!
Estas letras não são capazes de resumir, definir o que sentimos...
Nossos corações calados pela neve que invadia minha mente...
Nossas mãos entrelaçadas,
Nosso corpos colados...
Éramos um!!!
Nossas almas em conjunto uníssono como o casal que dançava em nossa frente.
Nossas lágrimas,
Nossos corações!
Tudo mudou... sentíamos o que chamo de Grande Pae... Deus...
Estávamos todos em comunhão,
Em redenção.
Em congraçamento com o mundo,
Com o mundo das emoções,
Das sensações,
Do amor...
Da devoção!!!
Saímos ainda com os aplausos em nossas mentes...
Enfrentamos uma fila só para termos a certeza de que eram humanos...
São tão humanos que nos deparamos com um frio e com outro quente e gentil!!!
As pernas tremiam o coração acelerado e pesado, a garganta seca, a tremedeira explícita e a vontade de certificar se tudo era verdade!
Hehehehe... pior... era, foi e será sempre verdade!
Os sentimentos emotivos continuaram no jantar, no beijo, nos olhares, nas mãos, na certeza que tudo foi lindo, inesquecível e definitivamente NÓS!
A emoção era tamanha que consegui despirocar e quase mergulhar de cabeça em mim mesmo!!!
Quando fazemos o que amamos,
contagiamos o mundo,
fazemos o mundo e certamente somos um pouquinho do Grande Pae!
Definitivamente somos sortudos...
Neste momento tive a certeza que deveria estar aqui...
Não devolvam minhas asas, tenho muito que fazer!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

...

Sei pq te olho nos olhos
e vejo mais do q as vezes quer me mostrar,
vejo o q tem vontade de gritar...
vejo o q não quer nem pensar...
Simplesmente sei, pq te sinto...
Pq não tenho sustos...
e PRINCIPALMENTE pq TE AMO

domingo, 17 de outubro de 2010

Texto alheio...

Havia me prometido nao postar nada que nao fosse meu...
Mas na boa, algumas coisas tem e devem ser roubadas...hehehe...
Portanto, algo que nao escrevi...

"Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras. Sou irritável e firo facilmente. Também sou muito calmo e perdôo logo. Não esqueço nunca. Mas há poucas coisas de que eu me lembre".

Clarice Lispector

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Chinchilas...

A idéia que antes tinha de mim se esvai...
Deixo-me...
Abandono-me...
Calo-me...
Vou-me de mim mesmo...
Aquele corpo que antes existia, está só... Apenas corpo e mais nada...pq alma?
Para que sentimentos?
Para quer dor?
Pq?
Pq me abandono em meio a multidão?
Pq deixo que me vejam e acabem com tudo?
Pq? Muitos pqs para meu gosto... Gosto chato...
Gosto de gato...
Não, prefiro cachorros! Definitivamente chinchilas...
Não tem mais sentido... E o eu que já não reside mais... Me encontra fora deste e juntos andamos a procura do meu novo eu...da minha nova vida...da minha nova... O que estava procurando?
Já me perdi tanto entre tantos que não sei mais o que procuro dentro de mim e olha q tento ser apenas um e não vários como tantos por aí...
Não sei mais, ou será que digo que não sei apenas para não ter que vivenciar o que realmente quero fazer?
Pronto... Definitivamente não estou bem e o somar não faz mais parte deste corpo que outrora ria, divertidamente sem pensar...
Talvez seja este o problema... Penso muito mais do que devia!!!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Abusado!

Te espio, entre as pessoas, finjo que não te olho...
Me emociono com tua alegria, com tua felicidade...
Será que é para sempre?
Devo sentir tudo isso?
Não era apenas uma bonita amizade?
Descobri que é amor!!! Daqueles que mata e ressuscita...
Dos que levantam e derrubam...
Dos que me deixam assim, meio bobo e confuso com tudo isso...
Será que sabes que estou te olhando?
Será que sentes o que sinto?
As lágrimas correm como loucas, pois meu coração já não aguenta mais a tua falta.
Me abraça...
Me beija?
Cafuné???
Filhos?
Quer casar comigo?
Tantas perguntas...
Te olhava como quem vê apenas mais uma boa e velha amizade.
Agora não posso dizer mais isso... na verdade acho que há muito tempo não posso dizer mais isso!!!
Putz!!! Dancei... hehehehe...
Te amo!!!!
E tentava fingir que não era tanto assim... mas... bem sabes que há muito tempo eu te digo:
T.A.T.Q.D!!!!!!!
T.A.T.Q.D!!!!!!!
T.A.T.Q.D!!!!!!!

P.S: Quando me encontrar, por favor, me beije! Mas quero beijo de cinema, daqueles que o mundo para , tudo congela e somente o nosso beijo acontece!!!! Sim!!! Eu sou abusado!!!! Hehehehe...

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Deitar

É manha, o sol já nasceu e mais uma vez estou só
Os pássaros cantam desde altas horas da madrugada...
Meu pensamento se perde em devaneios e realidades...
Lembro de tantas coisas!
Sei que em pouco mais de um mês, mudei minha vida...
Tudo bem que agora não sei direito o q fazer...hehehe
Mas pelo menos sei que não estou estagnado, sem rumo, sem direção...
Não me reconheço muito...hehehehe
Mas gosto do que vejo...
Não entendo as teorias sobre as personalidades, sobre as doenças e afins...
Mas entendo de sentir, e na boa, isto eu faço de melhor...
Lembro e penso dos amores... dos beijos saudosos que ainda nem dei,
Dos cheiros, da pele...
Penso muito na mancha de sangue que me tomava o corpo de cima a baixo...
Tenho receio...
Precisava de algumas pessoas ao meu redor agora, pena, estou sozinho, deitado em minha cama...
Não agüento mais os enjôos, as náuseas, o chorar sempre e tanto que nem escondo mais que choro...
Ah! Estou grávido!!! Grávido de mim!!!
Bem q a idéia me agrada profundamente... ser pai...cuidar...amar...proteger...mesmo sabendo que um dia ele ira embora...assim como fiz...
Só queria agora alguém, aqui do meu lado...
Carinho, afago, afeto, cafuné e afins...
E depois têm a coragem de dizer q sou auto-suficiente...
Tenho medo. Definitivamente tenho medo...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Asas...

Choro...
Uma lagrima em cada olho...
Ainda procurando minhas asas para poder ir embora...
Tenho certeza que pertenço a outro lugar
E choro mais...
Choro mais e mais...
Choro pelo que sei, pelo que não sei...
Pelo amor que tenho,
E pelo que nunca terei...
Vôo na imaginação/esperança de encontrá-la outro dia em outro lugar
E daí neste dia voltarei a ser o q sempre fui e definitivamente aceitarei o apelido de Anjo...
Terei minhas asas de volta
E certamente estarei em terra...
E La, olharei para todos q aqui ficaram e pedirei desculpas pelo meu egoísmo de deixá-los
Pelo egoísmo de querer ser quem eu realmente sou!
Desculpas por querer ser feliz e muitas vezes fingir que era
Por muitas vezes achar que era
Por muitas vezes forçar esta felicidade...
E choro mais... Com a esperança de encontrá-la novamente...
Mesmo sabendo que a esperança um dia morre
(espero que a minha não morra, pois espero o seu retorno...)
Só me devolvam minhas asas!!!
Deixem-me sair daqui!
Deixem-me partir daqui!
Levem-me!!!
Devolvam-me minhas asas!!!!
Por favor, devolvam o meu sorriso...
Devolvam-me minha alma!
Deixem-me ir embora!
Não quero mais e não agüento mais ver tanta tristeza ao meu redor!
Não quero fazer parte deste lugar e nem compactuar com tudo isto...
Por favor, mais uma vez eu peco...eu imploro!!!
Devolvam-me minhas asas e me deixem ir embora!!!!
Dêem-me de volta aquela que por 36horas me fez feliz!
Pelo menos ao lado dela esqueci que este lugar era e esta assim!
Mais uma vez eu peco...
Mais uma vez eu choro, graças a ela...
Mais uma vez eu tenho a certeza de que não pertenço a este lugar...
Por favor... Devolvam-me...
Somente as asas!!!
Fiquem com todo o resto!
Somente as asas!!!
E se com minhas asas eu conseguir reencontrá-la,
Olhando do céu e resgatando-a em meio a multidão...
Agora peco... Deixem-me ir embora
Voltar para o meu lugar com ela em meus braços...
Por favor... Devolvam minhas asas...somente as minhas asas!
O resto eu faço sozinho...
Por favor...
Somente as asas...

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

36 horas...

Difícil aceitar as coisas que nos são colocadas em prova pela vida a fora!!!
Como de costume eu me atiro e pago para ver!!!
Óbvio! Dancei novamente, bailei na curva e mais um monte de frases prontas que podemos nos permitir a falar, escrever ou escutar...
Como seremos totalmente livres se nem sempre sabemos o que fazer?
Largo tudo e vou atrás?
Não! Definitivamente NÃO!
Mas pq?
Sempre resta a mesma pergunta...
Resta ainda o beijo,
a saliva,
a pele,
o tato,
o cheiro, o sexo...
Ah! O sexo...
Os olhos, a boca carnuda, o perfume leve e adocicado, marcante e envolvente, praticamente inebriante...
A boca carnuda e delicada...
O olhar doce, gentil, sensual e muitas vezes amigo... que passa num só instante mais do que palavras possam expressar.
Pq a distância?
Fatalmente a distância nos jogará um balde d'água!
Mas sinceramente consigo entender esta mensagem...
Vai!
Faz!
Acontece!!!
Marque!!!
Faça o que tiver que fazer da melhor forma possível!!!
Não desanime, mas se por ventura isto acontecer...
Lembre das 36 horas vividas ao lado dela...
Lembre de tudo e principalmente lembre-se do olhar... Sim o olhar!!!
Aquele mesmo que te marcou, feriu e te mostrou que tudo pode, deve e será melhor!!!
Então ao invés de chorar, grito e dou risada no meio da multidão ainda alienada, perdida em seus pensamentos... Todos absortos em sua propria vida, muitas vezes boba e sem graça...
Definitivamente a minha além de graça, brilho, cor e ritmo, a minha PULSA!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Ao som do mar (Um embalo de ninar)

Ela se despedia enquanto o segurava novamente como se fosse criança,
E a criança q ali já não mais residia, subiu sorrindo em cores peroladas de alegria, frio, sol, praia, pescadores, odores e acompanhada de extrema luz,
Na verdade, muito mais do que acompanhada, ele agora Tb era luz...
E assim, as lágrimas escorriam de seu rosto, seus olhos já claros, agora claros e emocionados...
Eu? Eu estava a admirar a despedida, que já não era mais despedida, agora era liberação, final de ciclo
Início
Vida
Vento
Ainda me lembro como se fosse agora...uma nuvem perolada se espalhando sobre o mar...
O sorriso,
A alegria,
A classe,
A magia,
A doçura,
A candura de um ser que agora já não nos presenteava com sua presença, apenas nos olha e sorri... esperando o mesmo momento só que talvez comigo, ou contigo... e ao fundo a nos observar, Nanã, Aganju, Xapanã e Iansã...
(05:32 19/08/2010)
As pessoas se entregam muito pouco,
Apaixonam-se muito rápido
E não amam quase nunca!